Quinta-Feira, 13 de Novembro de 2019
Chapadão do Sul / MS

Carregando...

Costa Rica / MS

Carregando...

Cassilândia / MS

Carregando...

Chapadão do Céu / GO

Carregando...

Camapuã / MS

Carregando...

04.10.2017 às 09:15

Foi dada a largada para o Censo Agro 2017

Paulo Couto
Queridos Leitores, depois de algum tempo sem escrever, venho falar de um assunto muito importante para a sociedade, o Censo Agropecuário 2017, que é a principal e mais completa investigação estatística e territorial sobre a produção agropecuária do país, realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de dez em dez anos.
 
O dia 01 de Outubro de 2017 foi o marco inicial para o começo das pesquisas, que se estenderão por volta de aproximadamente sete meses e será realizada simultaneamente em todo o território nacional, como a tecnologia está presente no nosso cotidiano, com o Censo Agro não será diferente, os questionários e as coletas serão inteiramente digital, através dos Dispositivos Móveis de Coleta (DMCs). Esses dispositivos rodam um aplicativo inteiramente desenvolvido pela Diretoria de Informática do IBGE e à medida que são coletadas as informações, os dados já começam a ser transmitidos e conferidos.
 
O responsável direto por essas pesquisas é o Recenseador ou os Agentes Censitários Supervisores (ACS), que deverão estar devidamente identificados com crachá (onde contém todas as informações necessárias para a comprovação da veracidade de sua identidade e vínculo com o Instituto) e uniforme do IBGE. Vale ainda lembrar que é obrigatório a prestação das informações e que elas são guardadas em total SIGILO. Assim, cada cidadão pode se sentir seguro ao fornecer ao IBGE informações pessoais e referentes a seus estabelecimentos, pois sua privacidade será sempre preservada e garantida.
 
O Censo Agro 2017 é de suma importância para o país e seus resultados constituem-se em fonte única de informações fundamentais para a formulação e avaliação de políticas públicas, para estudos acadêmicos, desenvolvimento de projetos de instituições de pesquisa e para decisões quanto a investimentos públicos e privados.
 
Portanto, receba bem o Recenseador e colabore com a missão do IBGE de “retratar o Brasil com informações necessárias ao conhecimento de sua realidade e ao exercício da cidadania”.  

COMENTÁRIOS

VOLTAR